10 de setembro de 2020

Linkedin: um guia completo da maior rede de relacionamento profissional do mundo

Linkedin é uma ferramenta rica em conteúdo sobre carreira e mercado de trabalho, com um feed sempre repleto de informações relevantes à profissionais e empresas – PIXABAY

O Linkedin é uma rede social fundada nos Estados Unidos no final de 2002 e lançada em maio de 2003. Sediada na Califórnia e fundada por Reid Hoffman, a rede, que se assemelha ao Facebook e outras redes sociais, é utilizada por profissionais como uma maneira de encontrar oportunidades de empregos e ampliar o networking em suas áreas de atuação.

Em 2016, o Linkedin foi vendido por US$ 26,2 bilhões à Microsoft e hoje conta com mais de 645 milhões de usuários espalhados em mais de 200 países do mundo.

>>> 1º relatório sobre mercado Audens 2020

>>>“As oportunidades de emprego devem continuar crescendo.” diz Pierre Lucena, Presidente do Porto Digital.

O Brasil está em terceiro lugar no número de usuários, atrás somente dos EUA e da Índia.

Por que ter uma conta do Linkedin?

O Linkedin é uma rede social de interação profissional, onde profissionais divulgam seus currículos permitindo que empresas tenham fácil acesso a suas experiências e sua história como profissional.

As empresas, por sua vez, utilizam o Linkedin, principalmente, para divulgar oportunidades de trabalho e buscar candidatos para preencher essas vagas. Na prática, funciona como uma grande vitrine, onde profissionais e empresas interagem.

Além disso, o Linkedin é uma ferramenta rica em conteúdo sobre carreira e mercado de trabalho, com um feed sempre repleto de informações relevantes à profissionais e empresas.

Em 2020, é praticamente obrigatório que os profissionais ativos, e que buscam se atualizar, estejam conectados ao Linkedin, onde têm acesso a oportunidades de emprego e se relacionam com empresas e colegas de profissão, além de se informar sobre as transformações do mercado de trabalho, dentro ou fora de sua área de atuação.

Como ter um bom perfil no Linkedin?

Assim como em qualquer outra rede social, no Linkedin você precisa explorar bem o seu marketing pessoal. E são vários os fatores que devem ser levados em consideração para que seu perfil se destaque e chame atenção dos usuários, especialmente dos recrutadores, quando você está buscando uma recolocação.

Se você quer ter um perfil de destaque no Linkedin, aqui vão algumas dicas:
Tenha um perfil completo

O Linkedin permite que você crie um perfil apenas com informações básicas como nome, cidade, empresa e cargo atual. Mas preocupe-se em ter um perfil completo, com suas passagens em outras empresas, detalhes de sua carreira e formação acadêmica.

Lembre-se do marketing pessoal e torne seu perfil atraente aos olhos do leitor.

>>> Pessoas devem procurar equilíbrio entre remuneração e satisfação

Mantenha seu perfil sempre atualizado

Hoje em dia tudo muda e muito rápido. Não deixe de manter seu perfil atualizado, principalmente informações como seu cargo, empresa e atividades profissionais. Não deixe de incluir um curso que acabou de fazer ou uma promoção que recebeu na empresa, recentemente.

Perfis desatualizados ficam obsoletos e perdem credibilidade.

Escolha uma boa foto de perfil

Não adianta, em redes sociais, foto de perfil é essencial. Perfis sem fotos não são atrativos. Mas saiba que o Linkedin é uma rede profissional e fotos muito espontâneas nem sempre são as mais adequadas.

Busque uma foto com perfil mais profissional, não necessariamente formal ou sisuda. Sua foto deve transmitir quem você é como profissional.

Nessa hora, credibilidade é a palavra.

Faça um resumo objetivo, mas completo

Nem sempre é fácil escrever tudo que queremos em tão pouco espaço, mas faça um esforço. No Linkedin, textos muito longos cansam, mas informação é essencial. Atente em se apresentar, falar sobre sua principal área de atuação e deixe claro seus interesses profissionais.

Use palavras-chave

Imagina ser encontrado num universo de mais de 645 milhões de pessoas? Difícil, né? Se você quer ser encontrado com mais facilidade, simplifique. Com a utilização de palavras-chave você será encontrado mais rapidamente.

Para isso, não esqueça de colocar seu nome e sobrenome, sua cidade, seu cargo e empresa atual. Evite abreviações, apelidos ou informações soltas. Tendo essas informações claras e completas é mais fácil se destacar no meio da multidão.

>>> Por onde começar a busca por um novo emprego? As dicas essenciais para voltar ao mercado de trabalho

Detalhe suas experiências profissionais

O Linkedin permite que você preencha apenas o cargo e a empresa em que trabalhou ao longo da carreira, mas preocupe-se em dar mais informações ao leitor.

Para isso, é importante detalhar as atividades de cada cargo e as mudanças dentro da empresa em, pelo menos, suas três últimas experiências. Isso enriquece seu perfil e desperta o interesse.

Siga empresas e participe de grupos

Sabe aquela empresa em que você admira e sonha trabalhar? Ou aquela troca de experiências que você não sabe onde encontrar? O Linkedin te ajuda com perfis de empresas e grupos de interesses específicos.

A maioria das grandes empresas têm perfil no Linkedin, onde destacam sua história, seu segmento de atuação e suas unidades ao redor do mundo. Além disso, é através dessas páginas que você faz contato com profissionais que trabalham nessas empresas, sabe todas as novidades e, principalmente, tem acesso as vagas em aberto.

O Linkedin também tem diversos grupos de assuntos específicos, nos quais a troca de conhecimentos e a interação com outros profissionais da área são constantes. É enriquecedor participar desses grupos, afinal, é na troca de conhecimento que crescemos.

Aproveite as ferramentas

Como boa rede social que é, o Linkedin permite que você compartilhe conteúdo. Você pode divulgar artigos, escrever sobre um assunto que domine ou interagir com colegas sobre temas relevantes.

E não deixe de aproveitar as trocas de mensagens. Elas ajudam você a se aproximar mais de um contato, agradecer uma indicação profissional ou fazer novas conexões.

Através do Linkedin você pode trocar experiências, adquirir novos conhecimentos e participar de discussões que vão agregar a sua vida profissional. Por isso, se você ainda não tem um perfil ou mantém uma conta esquecida e desatualizada, aproveite esse incentivo para se tornar ativo na rede. Não perca essa oportunidade de alavancar sua vida profissional.

Conteúdo postado originalmente na Coluna Carreiras e Mercado de Trabalho, de Felippe Pessoa, no site do Jornal do Commercio.

 

Autor: Felippe Pesoa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *